Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

CSA será multada em R$ 1,8 milhão por poluição em Santa Cruz, no Rio

Segundo secretária do Ambiente, falha em máquina de lingotamento espalhou material particulado nos entornos da empresa

Glauber Gonçalves, da Agência Estado,

23 de agosto de 2010 | 16h41

A Companhia Siderúrgica do Atlântico será multada em R$ 1,8 milhão em razão da poluição causada por material particulado que se espalhou nos entornos da empresa, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Segundo a secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, a empresa tem um prazo de 15 dias para recorrer. "Está sendo demonstrado que houve falhas no projeto, que causaram problemas gravíssimos à população", afirmou.

De acordo com Marilene, o problema ocorreu porque a máquina de lingotamento não está tendo capacidade de receber todo o ferro-gusa que sai do alto-forno. Por causa disso, o material é vertido em poços de emergência. A secretária informou ainda que, desde a última segunda-feira, a CSA reforçou a rede de água que faz a umidificação desse material.

Na última terça-feira, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à secretaria, autuou a siderúrgica depois que técnicos identificaram que as partículas provinham, principalmente, da operação de basculamento e resfriamento do ferro-gusa, não lingotado, em poços de emergência, após serem produzidos no alto-forno, devido a problemas ocorridos nas máquinas de lingotamento.

Tudo o que sabemos sobre:
CSApoluçãomultaambienteferro-gusa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.