CSN supera expectativas com lucro 49% maior no 3o tri

A fraca base de comparação fez com que o lucro líquido da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) crescesse 49 por cento em relação ao terceiro trimestre de 2010. Em comparação com o segundo trimestre, o indicador registrou queda de 4 por cento.

REUTERS

27 de outubro de 2011 | 20h40

No entanto, o resultado de 1,097 bilhão de reais, superou a expectativa dos analistas ouvidos pela Reuters, que esperavam um lucro líquido de 445 milhões no período.

Também contribuiu para os resultados o fato de que a companhia recebeu 101,9 milhões em devolução de Imposto de Renda.

A CSN também se focou no mix de vendas, com 88 por cento do aço vendido para o mercado interno e 14 por cento para o mercado externo. As vendas do produto totalizaram 1,18 milhão de toneladas, queda de 1 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado.

As vendas de minério de ferro se concentraram no mercado externo, com 96 por cento do total. A comercialização total do produto foi de 7,97 milhões de toneladas, 13 por cento superior ao volume de igual período de 2010.

A receita líquida subiu 7 por cento, de 3,95 bilhões de reais entre julho e setembro de 2010, para 4,24 bilhões de reais entre no mesmo intervalo deste ano.

Na mesma base de comparação, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação) ajustado foi de 1,7 bilhão de reais, queda de 8 por cento.

A companhia mostrou-se preocupada com a demanda global.

"As boas perspectivas econômicas para o ano de 2011 mostram sinais de arrefecimento... As influências contracionistas do cenário global terão efeito negativo sobre o fluxo de comércio exterior", disse a companhia no documento.

(Por Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIACSNRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.