Cummins bate recorde de produção de motores no Brasil

A Cummins produziu no Brasil no ano passado 96 mil motores a diesel, 14 mil unidades acima de suas próprias estimativas, resultado recorde para companhia no País. O volume foi 57% maior que o de 2009, quando foram fabricados 61 mil motores, e 11,6% acima do recorde anterior da empresa, atingido em 2008, com 86 mil motores. Para 2011, a expectativa é de superar mais os números do ano passado e produzir 105 mil unidades.

EQUIPE AE, Agencia Estado

16 de março de 2011 | 18h08

Os resultados de produção da Cummins no mundo indicam que a companhia obteve crescimento de 46%. A Cummins produziu 887 mil unidades em 2010 contra 609 mil unidades no ano anterior. Houve registros de recuperação em todos os principais polos produtivos da companhia.

Na China, foram montados 261 mil motores (ante 139 mil motores em 2009); nos Estados Unidos, 245 mil unidades, em relação a 232 mil unidades do ano anterior; na Índia, 159 mil, ante as 111 mil unidades de 2009; no Japão, 77 mil motores, diante dos 32 mil em 2009; e, finalmente, na Europa, 49 mil contra 35 mil unidades do ano anterior.

O faturamento global somou US$ 13,2 bilhões, 23% superior à receita bruta de 2009 (US$ 10,8 bilhões). Na América Latina (exceto México), a empresa fechou o ano com faturamento de US$ 1,3 bilhão, 36,1% mais em relação aos US$ 962 milhões de 2009, igualando ao resultado recorde de 2008.

A produção de motores representa 65% do negócio da Cummins na América Latina, enquanto a distribuição representa 18%, geradores de energia respondem por 10% e componentes, por 7%. A participação da América Latina no resultado global da Cummins passou de 9,6% em 2009 para 10% no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
motoresgeradoresproduçãoCummins

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.