Custo caixa de produção de celulose da suzano recua 6,1%

O custo caixa de produção da Suzano Papel e Celulose, indicador que dimensiona a competitividade das linhas de produção de celulose da companhia, encerrou o segundo trimestre em R$ 568 por tonelada, queda de 6,1% em relação aos três primeiros meses deste ano. Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, a retração foi de 2,3%. Os números desconsideram a exaustão da madeira e efeitos provocados por paradas para manutenção.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

13 de agosto de 2013 | 10h24

A Suzano atribui a queda do custo caixa ao "menor consumo de insumos e redução dos custos fixos, ambos reflexo da estabilidade operacional e de trimestre sem impacto de parada geral". A redução desses custos compensou o aumento do custo da madeira, em função do maior raio médio das florestas no período.

O impacto da madeira mais cara foi equivalente a R$ 43 por tonelada na comparação entre o segundo trimestre do ano passado e o mesmo intervalo deste ano - a Suzano não detalhou a comparação com o primeiro trimestre. Já as menores despesas com insumos (R$ 31 por tonelada) e custos fixos (R$ 24 por tonelada) proporcionaram uma redução de R$ 55 por tonelada no mesmo período.

Importante destacar que, durante o segundo trimestre deste ano, a Suzano realizou parada programada apenas na unidade de Suzano (SP). No mesmo período do ano passado, foram realizadas paradas em Suzano e na linha 2 de Mucuri (BA). Por isso, a produção de celulose de mercado da Suzano entre abril e junho deste ano totalizou 511 mil toneladas, montante 18,6% superior em relação ao segundo trimestre do ano passado. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o acréscimo foi de 15,1%, o que ajuda a explicar a melhor produtividade da Suzano neste trimestre.

No segmento de papéis, a produção alcançou 322 mil toneladas, retração de 3,1% na comparação anualizada e 0,4% na comparação com o primeiro trimestre deste ano. A queda é explicada pela suspensão temporária das atividades na fábrica de Rio Verde.

No terceiro trimestre, os volumes de celulose produzida serão impactados por paradas programadas na linha 1 de Mucuri (BA) e na Unidade Limeira (SP). Além disso, a Suzano decidiu suspender a produção de papéis na fábrica de Embu, medida semelhante àquela aplicada em Rio Verde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.