Custos de manutenção deixam lucro da Shell abaixo das previsões

A Royal Dutch Shell sentiu no lucro do segundo trimestre o impacto de petróleo e gás mais baratos, e gastos extras com manutenção na rentável produção no Golfo do México fizeram os ganhos ficarem abaixo do que analistas previam.

Reuters

26 de julho de 2012 | 08h39

A segunda maior petrolífera do Ocidente depois da Exxon Mobil viu o lucro cair para cerca de 5,7 bilhões de dólares, ante 6,6 bilhões de dólares um ano antes.

Analistas previam 6,3 bilhões de dólares.

O resultado abaixo da previsão se deve principalmente aos custos de manutenção e às paradas no Golfo do México --onde ficam algumas das produções mais lucrativas-- e ao gás natural liquefeito (GNL) australiano.

(Por Andrew Callus)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIASHELLRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.