Custos financeiros reduzem ganho da EDP no 2º trimestre

A concessionária Energias de Portugal (EDP) teve queda de 8,2% no lucro líquido no segundo trimestre deste ano, para 244,5 milhões de euros (US$ 298 milhões), de 266,3 milhões de euros um ano antes, superando a previsão dos analistas ouvidos pela Dow Jones, que era de 238,5 milhões de euros.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

26 de julho de 2012 | 13h37

O Ebitda diminuiu para 881,6 milhões de euros, de 914,4 milhões de euros no segundo trimestre de 2011. Os resultados foram afetados pelo aumento nos custos financeiros, que somaram 186,2 milhões de euros, de 154,8 milhões de euros na mesma comparação.

Separadamente a EDP informou que obteve um empréstimo de cinco anos de 1,0 bilhão de euros do China Development Bank. O acordo faz parte de uma parceria estratégica assinada entre a EDP e a China Three Gorges Corporation em dezembro passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EDPbalançosegundo trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.