Cutrale e Safra confirmam compra da americana Chiquita, maior produtora de bananas do mundo

Cutrale e Safra confirmam compra da americana Chiquita, maior produtora de bananas do mundo

Negócio de US$ 1,3 bilhão foi antecipado pela colunista do Estadão, Sonia Racy, na sexta-feira, em notícia publicada no portal Economia & Negócios

AFP

27 de outubro de 2014 | 12h56


SÃO PAULO - Os empresários brasileiros José Luis Cutrale e Joseph Safra são os novos donos da empresa americana Chiquita Brands. Eles vão pagar cerca de US$ 1,3 bilhão pela companhia, conforme antecipou a colunista do Estadão, Sonia Racy, em notícia publicada no portal de Economia & Negócios do Estadão na sexta-feira, 24.

O comunicado conjunto oficial da compra foi divulgado pelas empresas nesta segunda-feira, 27.

Depois de vários desencontros, a Chiquita teve de desistir na sexta-feira de associar-se ao importador e distribuidor irlandês de frutas exóticas Fyffes. Em seguida a empresa assinou finalmente um acordo de fusão com as empresas brasileiras Cutrale e Safra, segundo o comunicado.

Com a compra, o Brasil passa a deter o controle da maior empresa produtora de bananas do mundo. O valor pago é de US$ 14,5 dólar por ação, informou a colunista Sonia Racy. 

O mercado global de bananas, US$ 7 bilhões, é controlado pela Chiquita, a Fresh Del Monte Produce, a havaiana Dole Food Company e a Fyffes. A Chiquita tem sede em Charlotte, na Carolina do Norte, Estados Unidos.

Na quinta-feira, os grupos Cutrale e Safra aumentaram pela segunda vez sua oferta de compra e desta vez o negócio deu certo.

Os acionistas da Chiquita realizaram assembleia geral nesta sexta-feira, 24, e decidiram desistir da fusão e aceitar a oferta das brasileiras. Agora a Chiquita terá que indenizar a Fyffes, segundo o acordo entre os dois grupos.

Tudo o que sabemos sobre:
ChiquitaSafraCutraleBananas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.