Divulgação/CVC
Divulgação/CVC

CVC diz que foi surpreendida por suspensão de operações da Itapemirim

Diante da suspensão de voos, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) orientou que os passageiros busquem assistência e não compareçam aos aeroportos para embarque antes de contatar a empresa aérea

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2021 | 15h19

A operadora de viagens CVC Brasil informou nesta segunda feira, 20, que foi surpreendida com a comunicação do Grupo Itapemirim quanto à suspensão temporária de suas operações aéreas, mantidas pela companhia aérea Itapemirim Transportes Aéreos (ITA). A suspensão ocorreu na noite de sexta-feira, 17. 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou nota com a orientação para que os passageiros busquem assistência e não compareçam aos aeroportos para embarque antes de contatar a empresa aérea.

A agência determinou ainda à ITA que preste imediatamente atendimento integral a todos os passageiros e comunique, individualmente, sobre cancelamento de voos e reacomodações, bem como garanta o reembolso das passagens aéreas comercializadas e demais obrigações.

"Por suas unidades de negócio, a CVC Corp tem buscado atender seus clientes de forma ativa e emergencial desde o início do incidente. Ao longo do final de semana, logrou êxito na disponibilização de voos fretados adicionais e na reacomodação de seus clientes em voos junto a outras companhias aéreas parceiras, bem como disponibilizou canais de atendimento exclusivos para seus clientes", afirma.

A CVC Corp acrescenta que, em respeito aos clientes e parceiros, continuará a se esforçar para minimizar os impactos e contratempos decorrentes das circunstâncias acima explicitadas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.