CVM abre nova investigação contra Petrobras

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu na segunda-feira nova investigação contra a Petrobras, segundo informação publicada no site do regulador de mercado, que não detalha que tipo de apuração está sendo realizada.

REUTERS

21 de outubro de 2014 | 20h13

"A autarquia não comenta casos específicos, inclusive para não afetar negativamente trabalhos de análise ou apuração que entenda necessários", disse a CVM em comunicado nesta terça-feira à Reuters.

O site da revista Época, por sua vez, noticiou que o processo foi instaurado pela CVM para apurar as denúncias de corrupção na Petrobras descobertas por meio à Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O objetivo seria descobrir como a empresa e seus acionistas foram prejudicados com os desvios, informou a publicação nesta terça-feira.

Procurada, a Petrobras não comentou imediatamente a informação.

O processo na CVM é o RJ-2014-12.184.

A Petrobras informou na última sexta-feira que já está estudando medidas jurídicas adequadas para ressarcimento dos danos sofridos pela estatal, conforme apontaram as investigações da Operação Lava Jato.

A Petrobras já afirmou à CVM que constituiu comissões internas para averiguar o caso e pediu à Justiça acesso ao conteúdo da delação premiada do ex-diretor da companhia, Paulo Roberto Costa, entre outras medidas.

(Por Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASPETROBRASINVESTIGACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.