CVM dos EUA paga primeira recompensa a denúncia sobre fraude

Novo programa de estímulo a denúncias sobre fraudes pagou US$ 50 mil a um informante não identificado; informações evitaram fraude milionária

Sergio Caldas, da Agência Estado,

21 de agosto de 2012 | 15h15

WASHINGTON - A Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA) informou nesta terça-feira que pagou sua primeira recompensa dentro de um novo programa que tem como objetivo estimular denúncias sobre fraudes.

A SEC pagou um prêmio de US$ 50 mil a um informante não identificado que, segundo a comissão, forneceu evidências cruciais para interromper uma fraude de milhões de dólares. Por outro lado, a SEC rejeitou a denúncia de outro informante no mesmo caso, sob a alegação de que os dados fornecidos não eram suficientemente relevantes.

A recompensa equivale a 30% dos US$ 150 mil em multas que a SEC recolheu até agora no caso, a parcela máxima que a comissão pode pagar por lei. Segundo a SEC, um tribunal estabeleceu multas de mais de US$ 1 milhão relacionadas à fraude e a recompensa do programa aumentará quando houver qualquer incremento nos recursos levantados pela comissão.


A SEC não deu detalhes da natureza da fraude, mas disse que o informante, que pediu para ter sua identidade preservada, entregou documentos e outros dados que aceleraram a investigação do caso e ajudaram a desmantelar o esquema fraudulento. 

A SEC é equivalente à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) brasileira, que tem a função de regular o mercado de bolsa de valores e de balcão. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.