Dados pesam e NY encerra período de 4 semanas de alta

As bolsas de valores norte-americanas caíram nesta sexta-feira, com os índices mais importantes encerrando um período de quatro semanas de ganhos à medida que fracos dados sobre a confiança do consumidor alimentaram preocupações sobre a recuperação da economia.

CHUCK MIKOLAJCZAK, REUTERS

14 de agosto de 2009 | 18h48

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,82 por cento, para 9.321 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,19 por cento, para 1.985 pontos. O Standard & Poor's 500 perdeu 0,85 por cento, a 1.004 pontos.

Números de uma pesquisa da Reuters/Universidade de Michigan mostraram que a confiança do consumidor caiu mais que o esperado no início de agosto, recuando ao menor nível desde março.

O fraco relatório ressaltou a preocupação de que a demanda do consumidor permanece retraída, minando as esperanças de uma recuperação que deu combustível ao rali nos mercados. As ações ficaram sob pressão esta semana por relatórios mais fracos que o esperado sobre o consumo.

"O movimento do mercado hoje é por causa do número sobre a confiança do consumidor, que surpreendeu a todos", disse o diretor de investimento, Paul Nolte, da Hinsdale Associates, em Hinsdale, Illinois. "É um reflexo dos dados de vendas no varejo de ontem, que também vieram piores que o esperado."

As ações da Boeing caíram 3,8 por cento e foram as que mais pesaram sobre o Dow Jones, depois de a companhia aeroespacial informar que uma fornecedora italiana interrompeu a produção em junho de duas seções do tão adiado modelo 787 Dreamliner por conta de falhas estruturais.

Na semana, o Dow Jones perdeu 0,5 por cento, o S&P caiu 0,6 por cento e o Nasdaq cedeu 0,7 por cento.

(Reportagem adicional de Ryan Vlastelica)

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.