Daimler e Renault estão perto de aliança em carros compactos, dizem fontes

Acordo poderia envolver troca de participação acionária de cerca de 5% para solidificar a aliança

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

30 de março de 2010 | 16h11

A Daimler e a Renault estão perto de um acordo para uma ampla cooperação no segmento altamente competitivo de carros pequenos, incluindo uma possível troca de participação acionária de cerca de 5% para solidificar a aliança, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto.

 

Uma fonte disse que as conversações sobre uma possível troca de participação foram iniciadas pela Renault, com a Daimler pretendendo primeiramente apenas um acordo de cooperação sem participação acionária. A troca da participação poderá permanecer abaixo de 6%, de acordo com as fontes. Elas destacaram ainda que as negociações não foram finalizadas, mas a decisão poderá ser tomada nas próximas semanas.

 

A aliança também incluirá a Nissan Motor Corp, parceira japonesa da Renault. A montadora francesa controla uma participação de 44% na Nissan que, por sua vez, detém uma participação de 15% na Renault. O franco-brasileiro Carlos Ghosn é executivo-chefe do grupo Renault-Nissan.

 

Florian Martens, porta-voz da Daimler, se recusou a comentar o negócio. O porta-voz da Renault não estava disponível para falar sobre o assunto. Os conselhos de supervisão das duas montadoras devem discutir os detalhes do acordo em abril. As informações são Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
DaimlerRenaultcarros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.