Regis Duvignau/Reuters
Regis Duvignau/Reuters

Danone conclui venda de parcela de sua participação na Yakult por cerca de R$ 5,3 bi

Apesar da redução, Danone continua sendo a principal acionista da Yakult

Nayara Figueiredo, O Estado de S.Paulo

28 Março 2018 | 10h55

A Danone anunciou na terça-feira, 27, a conclusão da venda de 24,6 milhões de ações da Yakult por cerca de  R$ 5,3 bilhão (1,3 bilhão de euros), que corresponde à avaliação de 39 vezes o lucro líquido obtido pela companhia japonesa em 2017. Com isso, a participação da Danone no capital social da Yakult foi reduzida em 14,7 pontos porcentuais, de 21,3% para 6,61%. Apesar da redução, a Danone continuará sendo a principal acionista da Yakult e indicará dois diretores para aprovação na Assembleia Geral Anual de acionistas. 

Em comunicado, a Danone ressaltou que os recursos da operação serão utilizados para "dar sequência à estratégia de desalavancagem adotada pela empresa e investir na aceleração do crescimento orgânico e na maximização de eficiência até 2020 que gere valor sustentável".

+ Brasileiro está mais disposto a comprar ovos de Páscoa neste ano, diz pesquisa

Ainda em fase de planejamento, a transação chegou a ser anunciada pela multinacional francesa no mês passado. Na ocasião, as empresas assinaram um memorando de entendimento confirmando compromisso com um relacionamento estratégico de longo prazo e visão compartilhada para promover probióticos como parte de uma dieta equilibrada. Há uma colaboração formal entre as companhias desde 2004 e a Danone enfatizou que pretende continuar a trabalhar nesses projetos.

Mais conteúdo sobre:
DanoneYakult

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.