Danone estuda corte de empregos na Europa

Empresa tem planos de economizar cerca de 200 milhões de euros nos próximos dois anos

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2012 | 12h44

PARIS - A Danone informou nesta quinta-feira que estuda um corte de empregados na Europa como parte de um plano para economizar cerca de 200 milhões de euros (US$ 261 milhões) nos próximos dois anos. A maior produtora de iogurte do mundo enfrenta dificuldades para retomar as vendas na Europa, afetada pela recessão.

O corte de empregos será limitado a funções administrativas e de suporte e será baseado em demissões voluntárias. As fábricas estão excluídas dos cortes por enquanto, afirmou a empresa.

A Danone se recusou a dizer quantas posições serão afetadas pelas demissões. A empresa disse que divulgará mais detalhes do planos de corte de custos em março, após seus executivos se reunirem com sindicatos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
danonedemissõescorteseuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.