Decisão sobre caças terá que sair este ano, mas desembolso não, diz Jobim

Depois da decisão da presidente, a Força Aérea deve discutir o contrato com a empresa escolhida

Adriana Fernandes, da Agência Estado,

15 de fevereiro de 2011 | 15h23

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse a decisão sobre a compra de caças pelo governo brasileiro terá que ser feita ainda neste ano, mas o desembolso dos recursos não será realizado em 2011. "De uma forma ou de outra não teria (desembolso) neste ano", afirmou.

"A questão dos caças tem uma liturgia que vocês tem de entender: a presidente (Dilma Rousseff) tomou a decisão que tem de mandar (as propostas) para o Conselho de Defesa Nacional. Só depois da decisão do Conselho de Defesa é que viria a decisão da presidente. Depois da decisão da presidente teria que sentar a Força Aérea com a empresa escolhida para discutir o contrato. E essa discussão do contrato leva no mínimo um ano", explicou Jobim. Mesmo assim, afirmou, a decisão sobre os caças terá que sair este ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Jobimgovernocaças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.