Decisão sobre Starbucks e Kraft só sai em setembro

A Starbucks informou nesta terça-feira que a decisão sobre o fim de um antigo acordo de distribuição entre a empresa e a Kraft Foods só deve sair no segundo semestre de seu ano fiscal, que termina em setembro. A previsão anterior era de que a decisão ocorresse no primeiro semestre fiscal.

ANGELO IKEDA, Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 20h37

A disputa legal entre as duas empresas teve início em março de 2011, quando a Starbucks decidiu reassumir a distribuição de seus cafés embalados, que era feita pela Kraft. A empresa tentou, sem sucesso, impedir legalmente que a Starbucks ficasse com o negócio. A Kraft havia iniciado o negócio do zero, 13 anos antes, através de um acordo de licenciamento. A distribuição dos cafés da Starbucks geravam para a Kraft receita anual de US$ 500 milhões.

Em julho do ano passado, a empresa de arbitragem JAMS realizou audiências para decidir sobre a multa que a Starbucks teria de pagar para rescindir o acordo. Esperava-se que a decisão fosse anunciada logo após as audiências, mas já foi adiada algumas vezes.

"Estamos respeitando a privacidade dos procedimentos, e não há um prazo estabelecido para os árbitros anunciarem uma decisão", disse o porta-voz da Starbucks Zach Hutson.

Advogados da Kraft dizem que a Starbucks deve à empresa US$ 2,9 bilhões, mais honorários advocatícios, enquanto a rede de cafeterias pede indenização de US$ 62,9 milhões. Analistas estimam que a Starbucks terá de pagar mais de US$ 1 bilhão à Kraft. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
caféStarbucksKraft

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.