Decreto simplifica recolhimento do IOF em empresas do Simples Nacional

A partir de agora, a empresa só precisa apresentar a documentação na abertura da conta e não mais a cada operação de crédito

Renata Veríssimo, da Agência Estado,

24 de maio de 2011 | 12h53

O decreto 7.487, publicado hoje no Diário Oficial, também traz uma simplificação no recolhimento do IOF para as empresas inscritas no Simples Nacional. Segundo o subsecretário de Tributação da Receita Federal, Sandro Serpa, essas empresas precisavam comprovar a cada operação de crédito a sua inscrição no programa para ter direito à alíquota reduzida de IOF.

A partir de agora, a empresa só precisa apresentar a documentação na abertura da conta e não mais a cada operação de crédito.

A alíquota do IOF para as empresas do Simples é de 0,5% ao ano, um terço menor do que a das demais pessoas jurídicas, que é de 1,5% ao ano. Serpa afirmou que a medida desburocratiza e melhora o ambiente de negócios no país. 

Tudo o que sabemos sobre:
IOFSimples Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.