Déficit orçamentário do governo central da Espanha cai 42% no ano

Déficit entre janeiro e agosto foi de € 34,85 bilhões, ou 3,3% do Produto Interno Bruto

Danielle Chaves, da Agência Estado,

27 de setembro de 2010 | 11h10

O déficit orçamentário do governo central da Espanha diminuiu 42% nos oito meses até agosto deste ano, indicando que as medidas tomadas pelo governo para fechar um dos maiores buracos financeiros da zona do euro estão tendo efeito.

Segundo o Ministério de Finanças espanhol, o déficit entre janeiro e agosto foi de € 34,85 bilhões, ou 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB), menos do que os € 60,30 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

O governo central é responsável por menos de um terço dos gastos na Espanha. Governos regionais, governos locais e a administração da seguridade social são responsáveis pelo restante.

O ministério afirmou que a receita fiscal subiu 14% durante os oito meses em questão, puxada pela alta de 66% na receita com impostos sobre valor agregado. O ministério também informou que os gastos do governo central caíram 4,6% nos oito meses até agosto.

A Espanha teve um déficit total do setor público equivalente a 11,1% do PIB em 2009, quase quatro vezes o limite de 3% determinado para os países da União Europeia. O governo pretende reduzir o déficit orçamentário total para 9,3% do PIB neste ano e o déficit do governo central para 5,9% do PIB.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
déficitEspanhazona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.