Demanda de empresas por crédito caiu 6,7% em setembro, aponta Serasa

A entidade relaciona a queda de setembro ao agravamento do cenário financeiro internacional e ao processo de desaceleração do crescimento econômico doméstico

Agência Estado,

19 de outubro de 2011 | 11h17

Caiu em 6,7% o número de empresas que procuraram crédito em setembro em relação a agosto, mostra índice da Serasa Experian. Na comparação com setembro de 2010, porém, houve avanço de 3,9% e, no acumulado de 2011, o Indicador da Demanda das Empresas por Crédito está 3% acima do mesmo período do ano passado. Para o levantamento, a Serasa Experian consulta 1,2 milhão de CNPJs em todo território nacional.

A entidade relaciona a queda de setembro ao agravamento do cenário financeiro internacional e ao processo de desaceleração do crescimento econômico doméstico. Esses fatores afetaram principalmente as micro e pequenas empresas, responsáveis por puxar o índice para baixo, com variação negativa de 7,1% ante agosto, enquanto as médias empresas apresentaram demanda 1,1% maior e as grandes companhias, uma alta de 2,2%.

O indicador mostra que no geral houve recuo na demanda por crédito em todos os setores, com destaque para a queda em serviços (-7,7%). Na indústria foi registrada queda de 6,9% e no comércio, de 6%. Na comparação anual, os três setores apresentam alta de 8%, 5,7% e 0,5%, respectivamente.

A queda generalizada em setembro ante agosto ocorreu também em todas as Regiões do País, com as maiores baixas registradas no Norte (-13,3%) e no Sul (-10,1%), seguidas por Nordeste (-6,8%), Sudeste (-5,2%) e Centro-Oeste (-3,1%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.