Demanda do consumidor por crédito cai 2,8% em janeiro

Segundo os economistas da Serasa Experian, os consumidores continuam cautelosos em assumir financiamentos neste início de ano

Gabriela Lara, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2014 | 10h22

SÃO PAULO - A demanda do consumidor brasileiro por crédito recuou 2,8% em janeiro com relação ao mesmo mês do ano anterior, informou nesta terça-feira a Serasa Experian. Na comparação com dezembro de 2013, a procura por crédito subiu 8%.

Em nota, os economistas da Serasa Experian afirmam que os consumidores continuam cautelosos em assumir financiamentos neste início de ano. "O crediário mais caro devido ao processo de aumento dos juros, as incertezas quanto ao cenário inflacionário e os esforços das famílias em reduzir seus níveis de inadimplência mantêm o apetite do consumidor por crédito relativamente contido", diz o texto.

As maiores quedas na demanda por crédito ocorreram nas camada de renda mais elevada - recuo de 8,1% para os consumidores com rendimento mensal entre R$ 5.000 e R$ 10.000 e de 7,6% para aqueles que ganham mais de R$ 10.000 mensais.

As regiões Centro-Oeste e Sudeste concentraram a diminuição da demanda do consumidor por crédito neste início de 2014, com recuo de 9,1% e 6,6% respectivamente, na comparação de janeiro com o mesmo mês do ano passado. No Norte houve expansão de 1,1%, no Sul de 3,7% e no Nordeste de 3,8%.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoconsumo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.