Demanda doméstica influenciou arrecadação de 2010, diz Barreto

Segundo o secretário da Receita Federal, os principais fatores que determinaram o resultado foram a produção industrial, as vendas de bens e serviços e o crescimento da massa salarial

Célia Froufe, da Agência Estado,

20 de janeiro de 2011 | 16h32

O secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, afirmou que a demanda doméstica influenciou significativamente a arrecadação ao longo de 2010. Ele citou que os principais fatores que determinaram aumento foram a produção industrial, as vendas de bens e serviços e o crescimento da massa salarial. "A demanda doméstica influenciou significativamente a arrecadação de 2010", disse, no início da entrevista coletiva que concede neste momento.

O secretário disse também que, com a influência das festas de final de ano, em especial o Natal, e o otimismo da população, houve um aumento da arrecadação no último mês do ano passado. "O resultado de dezembro é o maior valor mensal da história, sem dúvida", comentou. No último mês do ano, a arrecadação foi de R$ 90,882 bilhões. 

Tudo o que sabemos sobre:
BarretoReceitaarrecadação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.