Demanda por minério é maior do que a Vale pode atender

A empresa prevê operar a plena capacidade em 2010

Natalia Gómez, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2010 | 13h17

A Vale informou que a demanda por minério de ferro está aquecida em todo o mundo, e que o mercado está precisando de mais minério do que a empresa pode vender neste momento. "Não estamos entregando mais apenas por questões internas", disse o diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores da empresa, Fabio Barbosa, em teleconferência com analistas. A Vale prevê operar a plena capacidade em 2010.

 

Segundo ele, 2009 foi um ano especial devido à crise mundial, mas o setor já começou a se recuperar por conta da melhora da produção industrial. "Existe um claro caminho de recuperação neste momento", afirmou. A alta do preço do minério no mercado à vista é uma evidência disso, de acordo com o executivo.

 

A demanda está se recuperando com maior agilidade em países emergentes e em alguns países ricos, como Estados Unidos e Austrália. Outras regiões, como Europa e Japão, têm se recuperado mais lentamente. De acordo com Barbosa, outro fator positivo para a Vale é a redução das exportações de minério de ferro da Índia, que tem voltado um volume maior para sua demanda interna. "A Índia está reduzindo sua participação das importações de minério para a China", disse. Isso abre espaço ainda maior para mineradoras como a Vale e as australianas BHP e Rio Tinto.

Tudo o que sabemos sobre:
Vale, minério, ferro, demanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.