Demanda por voos domésticos sobe 28,67% em maio ante maio de 2010

Segundo Anac, TAM manteve a liderança na participação no mercado doméstico, com 44,43% , enquanto a Gol ficou com 35,39%

28 de junho de 2011 | 18h01

A demanda por voos domésticos cresceu 28,67% em maio ante igual mês do ano passado, divulgou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A TAM manteve a liderança, com 44,43% de participação no mercado doméstico, enquanto a Gol ficou com 35,39%.

Em maio, as empresas de menor porte totalizaram uma parcela de 20% de participação. Entre elas, a Azul é a que ficou com maior fatia (8,07%), seguida por Webjet (5,16%), Trip (3,05%) e Avianca (2,94%). Ainda no segmento doméstico, a oferta cresceu 15,34% em maio e a ocupação chegou a 67,09%, ante 60,13% em maio de 2010.

Já a demanda por voos internacionais operados por empresas brasileiras cresceu 21,55% em relação a maio do ano passado. Nestas rotas, a TAM ampliou a liderança no setor e agora detém 89,62% do mercado. A Gol possui 9,20% e a Avianca, 1,15%. No mesmo período, a oferta de assentos aumentou 13,54% e a taxa de ocupação atingiu a marca de 79,25%.

Tudo o que sabemos sobre:
voosdomesticoscrescimentodemanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.