Desemprego na região metropolitana de SP em maio é o menor desde 1990

Taxa de desemprego na região passou de 11,2% em abril para 10,7% em maio, segundo Seade e Dieese

Gustavo Uribe, da Agência Estado,

29 de junho de 2011 | 09h59

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo passou de 11,2% em abril para 10,7% em maio, menor taxa para o mês desde 1990. O dado faz parte da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), realizada pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em maio de 2010 a taxa de desemprego na RMSP estava em 13,3%.

No mês passado, o total de desempregados na região foi estimado em 1,152 milhão de pessoas, 45 mil a menos que em abril, o que, segundo a pesquisa, resulta da criação de 124 mil ocupações. No período, a taxa de desemprego total caiu no município de São Paulo de 10,8% para 10,2%. Nos demais municípios da região metropolitana a taxa caiu de 11,8% para 11,2%. Na região do ABC, a taxa permaneceu relativamente estável, ao variar de 10,5% para 10,6%.

Os rendimentos médios reais dos ocupados da Região Metropolitana de São Paulo registraram queda de 1,5% de abril ante março, a sexta redução mensal consecutiva, e passou a R$ 1.480. A massa de rendimentos dos ocupados caiu 0,7% am abril ante março, quarto recuo mensal consecutivo. Os rendimentos médios dos ocupados em abril superaram em 6,3% os observados em abril de 2010. A massa de rendimentos cresceu 8,4% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregotrabalhoSeadeDieeseRMSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.