Desenvix anuncia início de operação da Decasa

A Desenvix informou hoje que a usina termoelétrica Decasa, empreendimento de cogeração de energia com a Usina Pau D''Alho, em Ibirarema, interior de São Paulo, recebeu a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para operar comercialmente. A unidade recebeu investimentos de R$ 90 milhões, tem capacidade instalada de 33 MegaWatt e utilizará o bagaço de cana-de-açúcar como combustível para produzir a energia elétrica.

AE, Agencia Estado

27 de outubro de 2011 | 12h50

No primeiro Leilão de Energia de Reserva, realizado pela Aneel e pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em agosto de 2008, a Decasa obteve um contrato para 16 MW médios, a R$ 155,23 por MWh, até dezembro de 2024.

Incluindo a Decasa, a Desenvix tem dez empreendimentos e capacidade instalada própria em operação de 209 MW. São quatro pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), uma usina termelétrica movida a biomassa, além de cinco usinas hidrelétricas, das quais quatro com participações minoritárias.

Com investimento de R$ 1 bilhão, a Desenvix pretende adicionar, até o final de 2011, mais 129 MW de potência e elevar para 338 MW a sua capacidade instalada. O plano inclui mais sete empreendimentos em fase de implantação: uma PCH, quatro usinas de energia eólica (UEEs) e duas linhas de transmissão com 517 quilômetros de extensão.

Tudo o que sabemos sobre:
cogeraçãotermoelétricaDesenvix

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.