Despesas do Bradesco crescem 4,3% no 2 trimestre

As despesas pessoais e administrativas do Bradesco atingiram R$ 6,769 bilhões no segundo trimestre de 2013, aumento de 4,3% na comparação com a cifra vista em um ano, de R$ 6,488 bilhões. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, foi registrado crescimento de 3,9%. Apesar disso, o lucro contábil do banco subiu 4,1% no período ante 12 meses, para R$ 2,949 bilhões.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

22 de julho de 2013 | 08h48

O total de pontos de atendimentos do Bradesco aumentou em 1,3 mil unidades no segundo trimestre de 2013 ante o primeiro, sendo 1,221 mil unidades dos chamados Bradesco Expresso, correspondentes bancários instalados em supermercados, farmácias. Ao final de junho, o banco contava com 70,829 mil pontos de atendimento, sendo 4.692 agências.

Nos três primeiros meses deste ano, o Bradesco abriu 50 agências. Em 12 meses, foram 56 novas unidades. O número de colaboradores do banco foi reduzido em 842 funcionários ao final de junho, para 101.951 colaboradores. Ante um ano, o quadro foi diminuído em 3.151 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Bradescodespesas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.