Deutsche Bank quer captar 10,2 bi de euros com oferta

O banco alemão Deutsche Bank estabeleceu um preço de subscrição para as novas ações que está oferecendo numa emissão de direitos em 33 euros por ação. A instituição também afirmou que está emitindo 308,6 milhões de novas ações a fim de levantar uma receita bruta de cerca de 10,2 bilhões de euros (US$ 13,3 bilhões).

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de setembro de 2010 | 15h57

O valor é levemente superior ao estimado anteriormente. O Deutsche Bank disse no dia 12 de setembro que pretendia levantar pelo menos 9,8 bilhões de euros na emissão de direitos. Na ocasião, a instituição também afirmou que emitiria 308,6 milhões de novas ações ordinárias registradas em ofertas públicas na Alemanha e nos Estados Unidos, aumentando dessa maneira seu capital social em 790,1 milhões de euros, para cerca de 2,38 bilhões de euros, de 1,59 bilhão de euros. A quantia corresponde a um volume de 49,7% do atual capital social do banco.

O Deutsche Bank pretende utilizar o dinheiro arrecadado com a emissão de direitos para financiar a compra de uma participação majoritária no Deutsche Postbank e aumentar seu capital a fim de se adequar às novas regras para o setor bancário aprovadas na Basileia.

O Deutsche Bank é um coordenador global e bookrunner para aumento de capital. Um sindicato envolvendo pelo menos oito bancos concordou em subscrever as novas ações ao preço de subscrição preliminar de 31,80 euros por ação, o que corresponde a uma captação bruta de 9,8 bilhões de euros.

O valor de mercado do Deutsche Bank é de cerca de 30 bilhões de euros, e o aumento de capital pretende elevar esse valor em aproximadamente um terço. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bancoofertaaçõesDeutsche Bank

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.