Diniz diz que não recebeu comunicado sobre arbitragem do Casino

Empresário disse que não descumpriu qualquer disposição dos acordos de acionistas arquivados na companhia, 'nem dos demais contratos celebrados entre os acionistas controladores'

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

31 de maio de 2011 | 18h27

O acionista do Grupo Pão de Açúcar, Abílio Diniz, afirmou nesta terça-feira, 31, em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que não recebeu, "até o momento", qualquer comunicado referente ao pedido de arbitragem solicitado pelo Casino Guichard Perrachon, sócio no controle das operações da varejista no Brasil.

No comunicado, o empresário faz referência à correspondência enviada pelo Casino à Companhia Brasileira de Distribuição (CDB) da qual foi copiado, e afirma: "Até o momento, não recebi qualquer comunicação a respeito do pedido de arbitragem".

Diniz afirmou, ainda, que não descumpriu qualquer disposição dos acordos de acionistas arquivados na Companhia, "nem dos demais contratos celebrados entre os acionistas controladores". No comunicado pede que a empresa encaminhe seu comunicado à CVM e afirma: "Manterei a Companhia informada dos desdobramentos relativos a este assunto".

Hoje, pela manhã o Pão de Açúcar divulgou comunicado ao mercado divulgando correspondência recebida do sócio Casino Guichard Perrachon, na qual o grupo francês confirma que apresentou requerimento de instauração de procedimento arbitral perante a Câmara de Comércio Internacional (ICC), em Paris, contra a família Diniz. Os Diniz estariam negociando uma possível associação com o também francês Carrefour sem o aval do Casino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.