Disputa com Vale paralisa negócios com ação da Aquila

A Aquila Resources pediu que a negociação de suas ações na Bolsa de Sydney fosse suspensa enquanto a companhia aguarda uma decisão da Justiça sobre a disputa com a brasileira Vale, referente ao valor de um projeto de carvão na Austrália. A Vale assumiu uma opção para comprar 24,5% das ações em circulação detidas pela Aquila no projeto de carvão coque duro Belvedere, mas as companhias não conseguiram chegar a um acordo sobre o valor da participação.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de junho de 2011 | 12h56

A mineradora brasileira iniciou os procedimentos em setembro do ano passado na Suprema Corte do Estado de Queensland, que contestou a validade do relatório de avaliação preparado por uma unidade da Aquila. A empresa australiana afirmou que iria se defender no tribunal. A Aquila informou que espera fazer um comunicado sobre a decisão da Corte antes da abertura do mercado, na quarta-feira.

A Aquila e a Vale têm uma relação um tanto conturbada. A companhia australiana disse no início deste mês que estava armazenando carvão na mina Isaac Plains, porque as empresas não tinham chegado a um acordo sobre como embarcar a matéria-prima depois de cada uma assumir a responsabilidade por comercializar sua parte da produção aos clientes. As empresas também travam uma disputa no projeto de carvão Eagle Downs. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.