Dólar elevado desacelera a venda de equipamentos de informática

A atividade cresceu 7,2% em 2013, mas foi responsável por apenas 2,7% da alta das vendas no varejo

Daniela Amorim, da Agência Estado,

13 de fevereiro de 2014 | 11h34

RIO - A valorização do dólar em relação ao real fez aumentar os preços dos microcomputadores, desacelerando as vendas da atividade de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação em 2013, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A atividade cresceu 7,2% em 2013, mas foi responsável por apenas 2,7% da alta de 4,3% do comércio varejista no ano.

"O crescimento no ano está acima da registrada pelo varejo, mas a atividade sempre apresentou crescimento de dois dígitos ao longo da série histórica da Pesquisa Mensal de comércio. No ano de 2012, a alta da atividade foi a 7%, e, em 2013, foi a 7,2%. Mas, em 2011, tinha sido de 19,6%. A gente começa a perceber que equipamentos de escritório não apresentam mais o mesmo patamar de crescimento", apontou Aleciana Gusmão, técnica da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

Aleciana ressaltou que os microcomputadores, que são o principal produto da atividade, registraram inflação acentuada no ano passado. "Os preços de microcomputadores fecharam 2011 com deflação de 9,3%. No ano de 2012, manteve deflação, de 5,2%. Em 2013, o produto fechou com inflação de 6,3%, acima da inflação geral de 5,9%", relatou a técnica do IBGE. "O câmbio sempre esteve muito atrelado a microcomputadores por conta dos muitos componentes importados", justificou.

Tudo o que sabemos sobre:
computadorIBGEvendasvarejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.