Sergio Moraes / Reuters
Sergio Moraes / Reuters

Dona da Centauro faz proposta de US$ 87 milhões pela Netshoes

Lance supera em 40% a oferta de US$ 62 milhões já feita pela Magazine Luiza, que informou já ter recebido aprovação do Cade para a operação

Renata Agostini, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2019 | 09h33
Atualizado 23 de maio de 2019 | 11h34

O grupo SBF, dono da rede de artigos esportivos Centauro, decidiu entrar na briga pela Netshoes. O comando da empresa enviou ao conselho de administração da rival nesta quinta-feira, 23, proposta para adquiri-la por cerca de US$ 87 milhões. O lance supera em 40% a oferta já feita pela Magazine Luiza, que propôs comprar a Netshoes por US$ 62 milhões

A Netshoes, de venda online de material esportivo, vinha sendo disputada por grupos varejistas como B2W (dona da Americanas), mas a rede Magazine Luiza conseguiu fechar acordo com alguns dos principais acionistas da companhia no final de abril. 

O acerto foi feito com um grupo que detém 47,9% do capital da Netshoes. Para que a venda se concretize, porém, a operação ainda tem de ser aprovada em assembleia geral, que está agendada para o dia 30 de maio. 

O plano da Centauro é ter, até lá, a proposta mais atrativa aos acionistas da Netshoes. A Magazine Luiza propôs pagar US$ 2 por ação, correspondente à cotação média dos últimos 60 dias antes do acordo. Ao formalizar o lance de US$ 2,80 por ação, a Centauro agora acena com um prêmio aos acionistas da Netshoes.

Em fato relevante divulgado nesta quinta ao mercado, a Centauro diz que já tem financiamento disponível para "subsidiar potencial aquisição da totalidade das ações da Netshoes".

A Centauro fez sua abertura de capital na Bolsa em abril, levantando R$ 772 milhões com a operação. O anúncio do acordo entre Netshoes e Magazine Luiza, feito dias após a oferta pública, fez com que as ações da Centauro se desvalorizassem.

Procurada, a Netshoes disse que não irá comentar. 

A Magazine Luiza ainda não retornou aos contatos da reportagem sobre a oferta da Centauro. A companhia informou que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) publicou nesta quinta-feira despacho da Superintendência Geral que aprovou a operação de compra da Netshoes sem restrições. A empresa diz que "manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados sobre a conclusão e demais informações da operação". / Colaborou  Luana Pavani

Tudo o que sabemos sobre:
NetshoesCentauroMagazine Luiza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.