Dow e S&P 500 sobem, mas ansiedade com Europa permanece

Os índices Standard and Poor's 500 e Dow Jones fecharam em alta na volátil sessão desta quinta-feira, com operadores de olho na Europa, onde líderes buscam garantir aos mercados que haverá uma solução para a crise da dívida em breve.

ANGELA MOON, REUTERS

20 de outubro de 2011 | 19h01

O Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, avançou 0,32 por cento, para 11.541 pontos. O S&P 500 teve valorização de 0,46 por cento, para 1.215 pontos.

Mas o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,21 por cento, para 2.598 pontos.

Ações dos setores financeiro e de matérias-primas foram os destaques positivos do dia. O componente financeiro do S&P 500 subiu 1,8 por cento, enquanto o de matérias-primas avançou 1 por cento.

O S&P 500 tem oscilado entre ganhos e perdas há sete dias perto do final do pregão e tem se mantido dentro de uma faixa apertada,conforme os mercados analisam as últimas notícias da Europa.

Alemanha e França divulgaram um comunicado nesta quinta-feira afirmando que líderes participarão de duas cúpulas para discutir a crise da dívida, e que uma solução deve ser definida no segundo encontro, na quarta-feira.

"A declaração foi suficiente para nos tirar das mínimas, mas ainda há um longo caminho a percorrer", disse o estrategista-chefe de mercado da Banyan Partners LLC, Robert Pavlik, em Nova York.

A ansiedade do mercado manteve-se elevada. O índice de volatilidade da CBOE, termômetro do nervosismo de Wall Street, subiu mais de 1 por cento, para perto de 35, ampliando seus ganhos após ter disparado quase 10 por cento na quarta-feira.

Dando suporte ao mercado, dados econômicos mostraram que a atividade industrial na região do Meio Atlântico se recuperou em outubro, enquanto um relatório separado mostrou que os pedidos de auxílio desemprego norte-americanos caíram na semana passada.

Do lado negativo, outros dados revelaram uma queda nas vendas de casas usadas no mês passado e apenas uma pequena alta em um indicador de crescimento futuro.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.