Dow Jones e S&P fecham quase estáveis, Nasdaq sobe nos EUA

Os índices norte-americanos de açõesDow Jones e Standard & Poor's 500 fecharam quase estáveis nestaquarta-feira depois de registrarem alta durante parte dosnegócios, em meio a dúvidas de que a suspensão nos limites deinvestimento de duas grandes financeiras é suficiente paraevitar danos mais profundos no mercado de moradias. As ações de tecnologia avançaram. A IBM informou ter ficadomais confiante sobre seus negócios, um dia após ter anunciadoprograma de recompra de ações de 15 bilhões de dólares. Asações da gigante de informática subiram 1,82 por cento. Noíndice tecnológico Nasdaq, os papéis da Apple tiveramvalorização 3,2 por cento. O índice Dow Jones teve oscilação positiva de 0,07 porcento, a 12.694 pontos. O S&P 500 declinou 0,09 por cento, aos1.380 pontos. O Nasdaq ganhou 0,37 por cento, a 2.353 pontos. A notícia de que reguladores irão suspender os limites deinvestimento das empresas de financiamento imobiliário FannieMae e Freddie Mac, liberando bilhões de dólares para alocaçãono mercado de moradias, animou o mercado acionário durante boaparte dos negócios na Bolsa de Valores de Nova York. Mas, perto do término do pregão, os ganhos foram apagados àmedida que investidores avaliavam as inadimplências e asexecuções de hipotecas que levaram ao enorme prejuízotrimestral da Fannie Mae, divulgado antes da abertura domercado. "A conclusão é que habitação é um problema, talvez o maior.Então, qualquer coisa que se faça para ajudar é algo positivo.No fim do dia, entretanto, a questão que aparece é: quantocapital a Fannie e a Freddie realmente possuem?", questionou oestrategista de investimento da PNC Wealth Management, naFiladélfia, Bill Stone.

CAROLINE VALETKEVITCH, REUTERS

27 de fevereiro de 2008 | 19h30

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.