Ebitda da ArcelorMittal sobe 22% no 2º trimestre

A siderúrgica ArcelorMittal reportou uma alta do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) acima do esperado no segundo trimestre deste ano e disse que a desaceleração da demanda sazonal no segundo semestre de 2011 será menos pronunciada em razão de uma mudança na demanda de aço aparente.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

27 de julho de 2011 | 09h35

O Ebitda avançou 22%, para US$ 3,41 bilhões. Os analistas tinha previsto um Ebitda de US$ 3,27 bilhões. As vendas da companhia subiram 25% no segundo trimestre, para US$ 25,13 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro líquido atribuível aos acionistas recuou 10% no segundo trimestre, para US$ 1,54 bilhão.

Apesar de reportar um Ebitda acima do esperado, a siderúrgica prevê uma queda do lucro para entre US$ 2,4 bilhões e US$ 2,8 bilhões no terceiro trimestre por causa de fatores sazonais, como feriados de verão no Hemisfério Norte, que geralmente provocam uma redução do consumo de aço.

A ArcelorMittal também elevou seu plano de investimentos em 10%, para US$ 5,5 bilhões, depois de expandir suas operações de minério de ferro no Canadá, unidades de processamento de aço no Brasil, e investir em programas de eficiência energética. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.