Economia da Espanha teve contração de 0,4% no 1º trimestre

Em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, a economia espanhola teve contração de 0,5%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

23 de abril de 2012 | 08h21

O Banco Central da Espanha informou em seu relatório mensal que a economia do país teve contração de 0,4% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o quarto trimestre do ano passado, em uma evidência de que o governo enfrentará dificuldades para atingir as ambiciosas metas de austeridade.

Em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, a economia espanhola teve contração de 0,5%, a primeira leitura negativa depois de sete trimestres consecutivos de crescimento modesto. Isso significa o fim oficial de uma recuperação pequena registrada entre o final de 2010 e o final de 2011, que se seguiu a um forte declínio em 2008 em razão do estouro da bolha imobiliária.

No quarto trimestre do ano passado o Produto Interno Bruto (PIB) da Espanha caiu 0,3% em relação ao terceiro trimestre, mas cresceu 0,3% em termos anuais.

Em seu relatório mensal, o banco central também afirmou que a economia espanhola - que é a quarta maior da zona do euro - enfrentará uma série de trimestres de incertezas e riscos negativos relacionados com a crise de dívida da zona do euro. No começo deste ano, a instituição previa uma contração de 1,5% em 2012, mas economistas do setor privado alertam que uma crise mais profunda é possível à medida que o governo implementar medidas rígidas de austeridade que limitarão o crescimento do país.

Hoje a agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat, confirmou a estimativa de Madri para o déficit orçamentário em 2011, de € 91,3 bilhões, ou 8,5% do PIB, acabando com dúvidas levantadas por autoridades da UE e reduzindo a tensão entre o governo espanhol e a Comissão Europeia.

O vice-presidente da Comissão, Joaquin Almunia, disse hoje que está muito preocupado com a economia da Espanha, mas também está confiante de que as medidas tomadas pelo governo, que incluem reformas trabalhistas e financeiras, serão suficientes para resolver a situação. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.