Wilton Junior|Estadão
Wilton Junior|Estadão

Eletrobrás tenta evitar exclusão da Bolsa de NY

Com subsidiária citada na Lava Jato, companhia se prepara para apresentar recurso após deixar de entregar documento referente a relatórios contábeis

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

02 Junho 2016 | 19h41

A Eletrobrás apresentou nesta quinta-feira, 2, um pedido de revisão junto à Bolsa de Nova York (NYSE), com os temas que pretende contemplar no recurso a ser apresentado no âmbito do processo de deslistagem (exclusão) dos American Deposit Shares (ADS) emitidos pela companhia.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a estatal informa que a Nyse agendará data para apresentação do recurso propriamente dito.

As negociações dos papéis da estatal foram suspensos pela bolsa americana no último dia 18, porque a empresa não entregou o formulário 20-F relativo às demonstrações contábeis de 2014, como exige a agência reguladora do mercado financeiro dos Estados Unidos, a SEC.

A dificuldade de a companhia concluir o arquivamento do 20-F, referente aos anos de 2014 e 2015, está relacionada ao fato de que a estatal ainda está realizando investigações internas sobre irregularidades em contratos feitos pelas empresas que compõem o grupo. Essas investigações foram iniciadas depois da citação da Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras, em denúncias relacionadas à operação Lava Jato. Depois, foram ampliadas na medida em que outras empresas estavam sendo envolvidas, conforme as fases da Lava Jato foram avançando. 

Sem a conclusão da investigação, auditores externos - a KPMG, neste caso - se recusam a assinar um balanço sem ressalvas. E a SEC não aceita um 20-F com ressalvas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.