Eletrobras fixa prazo para adesão a plano de demissão

A Eletrobras definiu o prazo de 10 de junho até 10 de julho para a adesão dos empregados elegíveis ao Plano de Incentivo ao Desligamento (PID). A decisão foi tomada durante reunião do conselho de administração, realizada na segunda-feira, 27.

AE, Agencia Estado

28 de maio de 2013 | 09h28

Segundo fontes ouvidas pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, a Eletrobras irá provisionar R$ 3 bilhões para o pagamento de indenização a 5 mil funcionários, prioritariamente da Chesf e Furnas.

A indenização será paga à vista, tendo como piso R$ 100 mil e teto R$ 600 mil para cada funcionário. O valor equivale a meio salário recebido pelo funcionário mais todos os adicionais incluídos no salário. Quem se desligar da empresa ainda em 2013 terá mais um benefício: cinco anos de cobertura do plano de saúde. Para os demais, a cobertura será de 12 meses. O programa faz parte da reestruturação financeira imposta pela redução tarifária determinada pelo governo.

Tudo o que sabemos sobre:
Eletrobrasdemissões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.