Eletrobrás triplica prejuízo líquido no 3º trimestre em relação a 2013

Resultado, negativo em R$ 2,738 bilhões, foi influenciado, em maior parte, pela energia elétrica comprada pela empresa para revenda

Eulina Oliveira, Agência Estado

14 de novembro de 2014 | 20h56

A Eletrobrás registrou prejuízo líquido de R$ 2,738 bilhões no terceiro trimestre de 2014, alta de 199% ante o resultado negativo de R$ 915 milhões verificados no mesmo período do ano passado. Segundo a companhia, o resultado do terceiro trimestre foi influenciado, de forma negativa, pela energia elétrica comprada para revenda no montante de R$ 3,135 bilhões no período; provisões relativas ao empréstimo compulsório da ordem de R$ 1,340 bilhão; e provisão para perdas no ativo financeiro no montante de R$ 197 milhões.

Também contribuiu o resultado negativo das participações societárias no montante de R$ 790 milhões no intervalo de julho a setembro deste ano, devido principalmente ao resultado da SPE (sociedade de propósito específico) Madeira Energia (UHE Santo Antônio).

Ainda conforme o sumário executivo do terceiro trimestre, a estatal afirma que, de forma positiva, influenciaram o balanço, o resultado líquido positivo da variação cambial da ordem de R$ 349 milhões e redução de 5,7% na conta de pessoal. Além disso, na geração, a receita de suprimento cresceu 28,7% e, na distribuição, a receita de fornecimento avançou 28,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
eletrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.