Eletropaulo espera para o 1o tri decisão da Justiça sobre devolução de R$626 milhões

O presidente da AES Eletropaulo, Britaldo Soares, disse nesta quarta-feira que espera para o primeiro trimestre de 2015 uma definição da Justiça sobre o recurso da distribuidora de eletricidade que questiona decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que a obriga a devolver 626 milhões de reais a seus consumidores.

ALUISIO PEREIRA, REUTERS

26 de novembro de 2014 | 12h20

"Esperamos uma definição da Justiça sobre o assunto no primeiro trimestre, disse Soares a jornalistas durante evento sobre redes inteligentes em São Paulo.

A Eletropaulo vem questionando na Justiça a devolução. A Aneel aplicou a punição por avaliar que a empresa incorporou, incorretamente, cerca de 246 mil quilômetros de cabos a sua contabilidade.

O caso está sendo avaliado pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 1a Região.

Soares anunciou, durante o evento, que a Eletropaulo fará um projeto-piloto com medidores eletrônicos de energia em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAELETROPAULOJUSTICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.