Embolso de lucros no final da sessão faz Wall St cair

As bolsas de valores norte-americanas terminaram em queda nesta quarta-feira, abatidas por uma realização de lucros de última hora nas ações do setor financeiro após um influente analista recomendar a venda dos papéis do Wells Fargo.

ELLIS MNYANDU, REUTERS

21 de outubro de 2009 | 19h50

Também pesou a divulgação por parte da Boeing de um prejuízo maior que o estimado.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,92 por cento, para 9.949 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,59 por cento, para 2.150 pontos.

O Standard & Poor's 500 perdeu 0,89 por cento, para 1.081 pontos.

Na maior parte da sessão, os índices operaram em alta, à medida que a fraqueza do dólar deu fôlego a ações de empresas ligadas a recursos naturais. Ao mesmo tempo, os resultados de Morgan Stanley e Yahoo se somaram ao otimismo com os balanços corporativos.

As ações do Wells Fargo deslizou 5,1 por cento, depois que Richard Bove, analista da Rochdale Research, cortou sua nota para a ação da companhia argumentando que as perdas com empréstimos estão se amontoando. O índice de bancos KBW cedeu 2,4 por cento.

"Isso só mostra como estamos vulneráveis a más notícias agora", disse Stephen Massocca, diretor-geral da Wedbush Morgan, em San Francisco. "Temos um mercado muito esticado no qual algumas notícias são suficiente para derrubar (os índices) em 100 pontos."

No início do dia, o Wells Fargo esteve entre os vários bancos, incluindo Morgan Stanley e US Bancorp, que divulgaram resultados trimestrais acima das perspectivas de Wall Street.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.