Embraer ainda vê cancelamentos de pedidos de jatos executivos

A Embraer ainda prevê alguns cancelamentos de pedidos de jatos executivos e acredita que os setor precisará de alguns anos para voltar ao nível das encomendas de 2007 e 2008, disse o presidente-executivo da fabricante brasileira de aeronaves, Frederico Curado, à Reuters nesta terça-feira.

Reuters

25 de setembro de 2012 | 11h51

A Embraer está lutando para manter estável a carteira de encomendas no segmento de aviação comercial, disse Curado nos bastidores de uma conferência da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra.

(Por Tom Miles)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEMBRAEREXECUTIVOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.