Embraer diz ter mais de 70% da aviação regional na A. Latina

A Embraer entregou nesta sexta-feira o primeiro jato Embraer 190 à companhia aérea venezuelana Conviasa, parte de uma encomenda firme por seis aeronaves e com opção de compra de outras 14 unidades do mesmo modelo.

Reuters

21 de setembro de 2012 | 17h32

O pedido foi assinado em julho e pode chegar a 904 milhões de dólares, a preços de tabela, se todas as opções de compra forem exercidas. O contrato inclui, além dos aviões, um simulador de voo e um pacote logístico de apoio à operação nos próximos cinco anos.

De acordo com o presidente da Embraer, Aviação Comercial, Paulo Cesar de Souza e Silva, a entrada da Conviansa para a carteira de clientes fortalece a posição de liderança da fabricante brasileira no mercado de jatos regionais na América Latina e Caribe.

Segundo ele, a Embraer tem atualmente mais de 70 por cento do mercado de aviação comercial no segmento de jatos até 120 assentos na região.

A Conviasa é o 11o primeiro cliente da família de E-Jets da Embraer na América Latina e no Caribe.

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEMBRAERCONVIASA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.