Embraer espera repetir desempenho deste ano em 2012

Apesar das informações recentes de que a crise internacional está se agravando, a Embraer acredita que o desempenho de 2012 será pelo menos igual ao deste ano, ou melhor. A afirmação foi feita hoje pelo vice-presidente de aviação comercial da empresa, Paulo Cesar Souza e Silva. "Claro que não é uma crise simples. É uma continuação da crise de 2008 e não sabemos ainda qual será sua extensão. Mas enxergamos um 2012 positivo", afirmou.

SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

21 de setembro de 2011 | 13h46

Segundo ele, a empresa deve entregar este ano pouco mais de 100 aviões. "Não acreditamos que no ano que vem o número será menor." O backlog da empresa (número de pedidos firmes) equivale a três anos de produção e soma US$ 15,8 bilhões.

O executivo da Embraer disse ainda que a empresa deve decidir até o fim do ano onde implantará mais dois centros de manutenção da empresa. Um deve ser no Oriente Médio, possivelmente Dubai, e outro na África. Atualmente, há dez centros de manutenção e o último foi inaugurado em janeiro, no Egito, em parceria com a Egyptair.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraerdesempenho2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.