Embraer fecha acordo de US$ 600 mi com ucraniana

A Embraer anunciou hoje um acordo com a Dniproavia, uma empresa da Aliança Ucraniana de Aviação, para a entrega de dez jatos Embraer 190, com opções para outras cinco unidades. O valor total do negócio, referido a preço de lista, é de US$ 400 milhões, com base nas condições econômicas de janeiro de 2010, e pode chegar a US$ 600 milhões caso todas as opções sejam confirmadas. O valor será somado à atual carteira de pedidos firmes a entregar da Embraer.

AE, Agencia Estado

31 de janeiro de 2011 | 09h38

Os aviões serão operados pela Dniproavia, em cooperação com a AeroSvit, outra empresa pertencente ao grupo, por meio de uma operação de leasing estruturada por terceiros. A entrega das duas primeiras aeronaves está prevista para o último trimestre de 2011. Todos os dez aviões servirão às rotas domésticas e internacionais da aliança a partir do centro de operações de Kiev Boryspil (KBP).

Em nota, o vice-presidente executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial, Paulo César de Souza e Silva, ressaltou que a companhia já possui uma parceria com a Dniproavia, cuja frota terá 25 ERJ 145 até o fim deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoaviãoEmbraeracordoUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.