Embraer nega revisão de produção para 2012

A Embraer não irá rever projeção de produção para 2012, como anunciou esta semana um dos seus principais concorrentes, a canadense Bombardier. "A situação da Embraer hoje é diferente da Bombardier. Os nossos E-Jets são muito bem aceitos no mercado e estamos com um nível de produção muito bom", disse hoje Paulo Cesar Souza e Silva, vice-presidente de aviação comercial da Embraer. Segundo ele, a carta de pedidos firmes (backlog) está muito forte.

SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

21 de setembro de 2011 | 13h22

A Bombardier divulgou esta semana que reduzirá a produção de jatos da linha CRJ (Canadair Regional Jet) a partir de janeiro de 2012. Segundo a empresa, a medida foi tomada para alinhar a produção à atual demanda de mercado. A empresa manteve, porém, sua estimativa de entregar 90 aeronaves comerciais este ano. A previsão para 2012 ainda não foi anunciada.

Tudo o que sabemos sobre:
EmbraerBombardierproduçãorevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.