Embraer prevê mercado para 700 novos jatos de 70 a 130 assentos na América Latina

Embraer prevê mercado para 700 novos jatos de 70 a 130 assentos na América Latina

A expansão seria suficiente para quase triplicar o número de jatos do segmento na região

REUTERS

13 de novembro de 2014 | 10h34

A Embraer, maior fabricante mundial de jatos regionais, estima que as companhias aéreas da América Latina adicionem 700 novos jatos com 70 a 130 assentos à sua frota nos próximos 20 anos, disse a companhia em uma previsão divulgada nesta quinta-feira.

A expansão seria suficiente para quase triplicar o número de jatos do segmento na região para 750 aeronaves em 2033, ante 280 hoje, em movimento impulsionado pelo crescimento dos mercados e renovação das frotas mais antigas, afirmou a Embraer.

(Por Brad Haynes)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEMBRAERLATAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.