Embraer recebe encomenda da Índia por três jatos de vigilância

A fabricante de aviões Embraeranunciou nesta sexta-feira que o governo da Índia encomendoutrês jatos EMB 145, um modelo utilizado atualmente em missõesde inteligência e vigilância no Brasil, no México e na Grécia.O valor do negócio, que inclui peças de reposição, treinamentoe outros itens, não foi revelado. Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), aempresa brasileira afirmou que a primeira entrega está previstapara 2011 e que a nova frota se juntará a quatro jatos Legacyusados pela Força Aérea da Índia para transportar autoridades. "Em nosso compromisso com uma parceria de longo prazo com ogoverno da Índia, esperamos continuar colaborando para ofortalecimento da capacidade operacional da vigilância área dopaís", disse no comunicado Luiz Carlos Aguiar, vice-presidenteexecutivo da Embraer para Defesa e Governo. Segundo a Embraer, o EMB 145 é derivado do jato regionalERJ 145, que já conta com mais de mil aeronaves em operação emtodo o mundo. O modelo comprado pela Índia, diz a empresa, écapaz de "detectar, rastrear e identificar alvos dentro da suaárea de patrulhamento e transmitir estas informações paraforças amigas". A aeronave também pode monitorar o espaço aéreo, controlaro posicionamento de caças em missões de interceptação,inteligência de sinais e vigilância marítima e de fronteira,disse o comunicado da Embraer. A Força Aérea Brasileira é dona de cinco aeronaves EMB 145. Até 31 de março, a fabricante brasileira contava com umacarteira de pedidos firmes no valor de 20,3 bilhões dedólares.

REUTERS

04 de julho de 2008 | 19h44

Mais conteúdo sobre:
AEREASEMBRAERINDIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.