Embraer: receita deve crescer mais do que estimado

O setor de aviação comercial está passando por um momento de recuperação, apesar de lenta. É desse setor, principalmente, que deve vir o crescimento da receita anunciado pela empresa ontem, cuja estimativa passou de US$ 5,6 bilhões para US$ 5,8 bilhões. "Temos uma perspectiva de aumento de receita na aviação comercial. Na aviação executiva devemos atingir a meta e na área de Defesa pode haver uma pequena surpresa positiva", afirmou hoje o presidente da Embraer, Frederico Curado, durante teleconferência com jornalistas.

SILVANA MAUTONE E FERNANDA GUIMARÃES, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 10h44

Em relação à aviação executiva, o presidente da Embraer afirmou que o volume de propostas e consultas está crescendo. "Isso não se materializa em maior produção, mas é o primeiro passo. Aumenta-se as propostas e isso tende a aumentar os pedidos", disse o executivo.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraeraviação comercialreceita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.