Embraer tem alta de quase 40% na entrega de aeronaves no 1º trimestre

Companhia brasileira entregou 21 jatos para o mercado de aviação comercial e 23 para o de aviação executiva

Marcelle Gutierrez, O Estado de S. Paulo

14 de abril de 2016 | 10h42

SÃO PAULO - Durante o primeiro trimestre de 2016, a Embraer entregou 21 jatos para o mercado de aviação comercial e 23 para o de aviação executiva, totalizando 44 aeronaves, o que representa um aumento de 37,5% em relação ao ano anterior, quando 32 aeronaves foram entregues.

No segmento de aviação comercial foram entregues 19 jatos do modelo Embraer 175 (E175) e 2 do Embraer 195 (E195). Entre os modelos executivos, foram 12 jatos leves e 11 jatos grandes.

Em 31 de março de 2016, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) totalizava US$ 21,9 bilhões.

Segundo comunicado da empresa, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o principal destaque do trimestre foi a apresentação pública do E190-E2, primeiro modelo da segunda geração da família de E-Jets de jatos comerciais. Além disso, no trimestre tiveram início as operações de E-Jets pela companhia aérea Austrian Airlines, que começou a incorporar 17 jatos usados do modelo E195 à frota.

Já sobre o acordo assinado nesta semana com a Horizon Air, subsidiária da Alaska Air, a Embraer ressalta que se todas as opções forem exercidas serão incluídas na carteira de pedidos do segundo trimestre de 2016. O acordo prevê 30 jatos E175, com opções de compra para outras 33 aeronaves do mesmo modelo, totalizando US$ 2,8 bilhões.

Na aviação executiva, o destaque ao longo do primeiro trimestre deste ano, segundo a Embraer, foi o anúncio da parceria com a Across para comercialização de jatos executivos no México. Pelo acordo, a provedora de serviço VIP para aviação executiva, localizada no aeroporto internacional de Toluca (AIT), nos arredores da Cidade do México, se tornou um representante da Embraer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.