Embraer vende 35 aviões para britânica Flybe

A brasileira Embraer acertou a venda de 35 aeronaves para a Flybe, maior companhia aérea doméstica do Reino Unido, em um contrato de cerca de US$ 1,3 bilhão. A compra abre a possibilidade para que a Flybe possa expandir seus serviços no continente europeu. Há ainda a opção de a Flybe comprar mais 65 aeronaves e também adquirir os direitos para mais 40 unidades, em um acordo potencial de US$ 5 bilhões.

EQUIPE AE, Agencia Estado

20 de julho de 2010 | 09h52

A Flybe, uma empresa de capital fechado, tem crescido desde sua criação em 2002, a ponto de se tornar a maior companhia aérea regional da Europa. A companhia disse que pretende crescer consistentemente na Europa Ocidental ao longo da próxima década. A primeira aeronave deverá ser entregue em setembro de 2011, com o prazo final para entrega de todas as encomendas "firmes" até março de 2017.

O presidente e diretor-executivo da Flybe, Jim French, afirmou que "o momento é propício para a compra de aeronaves". "A empresa cumpre, assim, a tradição de acordos inovadores, o que impulsiona seu crescimento de longo prazo." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoaviãoEmbraerFlybe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.